Pages

Seca provoca perda de plantações inteiras em Baraúna

A lavoura de seis hectares do agricultor Leôncio Elias deveria está alta, mas ainda não germinou. O milho plantado no início de fevereiro ainda está do mesmo jeito debaixo da terra. “Não nasce mais. Já está perdido”, lamenta. Esta é a situação dos agricultores do assentamento Maisa, em Baraúna, no oeste do Rio Grande do Norte.  “Plantou no dia 13 fevereiro. Se tivesse chuva, deveria estar com 1,20 metro.  calcula...
 +  Ler mais