Pages

Polícia Civil de Baraúna elucida mais um homicídio e prende os envolvidos

Agentes da delegacia civil da cidade de Baraúna, sob o comando do Bacharel Ricardo Adriano, chegaram a autoria de um crime de homicídio ocorrido no dia 22 de abril de 2013, que teve como vitima Francisco Flávio de Araújo Silva, “Fala fina”, encontrado morto com varias perfurações provocadas por faca peixeira.

Durante o processo de investigação os Agentes foram informados que o principal suspeito, teria fugido para a cidade de Alexandria e que costumava fazer quando pratica delitos na região. A equipe de Baraúna pediu apoio dos agentes de Alexandria que conseguiram localizar e prender todos os envolvidos, que já foram recambiados para Baraúna.

O crime foi cometido por “Dudu” em companhia do adolescente, com a participação de Francisca Dayane, namorada de Dudu. A suspeita foi levantada durante os procedimentos realizados pela equipe do Itep. No local foi encontrado um brinco e entre os dedos de Flávio, o perito identificou fios de cabelo de uma mulher.

Dayane convidou Flávio para o cheiro do queijo.
O adolesce segurou Flávio pelas costas.
Dudu disferiu as cutiladas de faca peixeira.

Entenda o caso:

Francisco Flávio,”Morto” teria dito a “Dudu” que sua namorada “Dayane” o estaria traindo. Dayane não gostou, chegando a ameaçar Flávio, afirmando que a sua hora iria chegar. Dayane foi ouvida, desmentiu a informação e foi liberada. A policia foi informada que “Dayane” não só participou do crime, como foi ela mesmo que convidou a vitima para o local onde foi morto. Segundo a gíria do crime, Flávio foi levado por Dayane para o cheiro do queijo.

A policia foi informada ainda que quando Flávio viu Dudu vindo em sua direção e já com a faca na mão, ele segurou nos cabelos de Dayane, visando se defender, o que poderia, talvez, explicar os fios de cabelo localizados nas mãos da vítima, quando foi encontrada morta.

Com todas as informações checadas o delegado solicitou e a justiça decretou, através de medida cautelar, a prisão preventiva de Dayane e concluiu que a mesma estava foragida. Dayane foi localizada e detida no município de Serra do Mel.

Como visto, a Polícia Civil de Baraúna já havia elucidado a autoria completa do fato antes mesmo que se completassem 48 horas do cometimento do crime, o que é motivo de orgulho para toda a equipe de Baraúna. Mas por razões óbvias, não se podia informar publicamente que além dos dois autores já identificados, havia uma terceira pessoa que havia planejado e ajudado na execução do crime, especialmente por estar pendente de apreciação o pedido de prisão preventiva em relação a Dayane.

Dudu se encontra preso na Cadeia Pública de Caraúbas e Dayane foi encaminhada para ficar custodiada na 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Mossoró, até que seja disponibilizada vaga em estabelecimento prisional adequado ou se determine a sua liberdade provisória.

Na condição de coautores, Dudu responderá por homicídio duplamente qualificado e corrupção de menores, e o adolescente F.R.C por ato infracional similar ao primeiro crime. Já Dayane responderá também por tal fato, mas não como coautora, e sim como partícipe, uma vez que, mesmo não tendo efetivamente esfaqueado a vítima ou a segurado para tanto, contribui para a execução do crime ao levá-lo ao local do crime.

Obs.: mas conhecendo a realidade calamitosa pela qual passa a Segurança Pública do Rio Grande do Norte, nós jornalistas ficamos na torcida para que haja um lugar onde se possa receber a pessoa que foi presa hoje, sob pena de ter sido em vão todo o esforço envidado pela Polícia Civil de Baraúna. Pois, no final das contas, se não houver onde custodiá-la, quem perderá será toda a sociedade, especialmente a Baraunense...

Agentes da delegacia civil da cidade de Baraúna, sob o comando do Bacharel Ricardo Adriano,